22 janeiro 2017

Tudo o que você precisa saber sobre Carimbos

Quer se tornar um sócio patrocinador do Portal 2cmultimidia.com? Faça uma doação


Um guia completo com curiosidades, dicas e informações importantes a respeito dos carimbos

Tudo o que você precisa saber sobre Carimbos
Imagem: agencia.2cmultimidia.com ©
Carimbo (do quimbundo kirimbu, significando marca) é o nome pelo qual se denomina o instrumento com o qual se marcam papéis a tinta.
Sua confecção, originalmente foi usada nos selos pessoais para lacrar ou assinalar correspondências e documentos, era em metal e de forma artesanal. Posteriormente, com o desenvolvimento da imprensa e produção de tipos móveis, o carimbo foi se popularizando, de forma a permitir sua ampla produção.

OS PRIMEIROS CARIMBOS

Você faz ideia de como eram os primeiros carimbos?
Prensas de 1450: os primeiros carimbos.
Imagem: reprodução/internet
Se paramos para analisar o mundo totalmente digital em que vivemos hoje, é quase impossível pensar em como eram realizadas as impressões antigamente. A história conta que, há pelo menos três mil anos antes de Cristo, já havia registros de gravuras escavadas em pedra, o que prova que a necessidade de transmitir uma mensagem é mais antiga do que nos parece.

História da escrita através da xilogravura

O processo de impressão de antigamente era chamado de xilogravura, onde um carimbo de madeira recebia tinta que normalmente era feito de óleo e fuligem para a realização das impressões. Era uma técnica simples usada para impressões de documentos religiosos e ilustrações diversas.

Por volta dos anos de 1450, o alemão Johannes Gutenberg criou a impressão usando prensas, o que revolucionou a técnica de impressões, proporcionando que tais mensagens chegassem a um número cada vez maior de pessoas. No início, Gutenberg usava diversos e minúsculos carimbos de metal com a letra do alfabeto e ia juntando até formar as frases que precisava, de forma parecida com os carimbos com trilhos para dígitos. Com a ajuda de uma máquina chamada prensa, apertava esse grande carimbo composto de carimbos menores e reproduzia a mensagem rapidamente, quantas vezes fosse preciso.

O primeiro livro feito por Gutenberg foi a Bíblia e daí em diante, eram usados os textos impressos combinados com as ilustrações feitas em xilogravura. Esta descoberta mecanizou a profissão do escriba que era responsável por transcrever manualmente as mensagens daquele tempo.

No final do século XIX, as mensagens eram produzidas em forma de linha, denominadas como técnica linotipo. Desta forma a composição dos textos era bem mais rápida, sendo uma revolução para a época. Em seguida, surgiu a impressão litográfica que usava matrizes de pedras planas para produzir conteúdo. Essa técnica foi considerada precursora da impressão offset, já que o conceito era bem parecido. Com o passar do tempo as técnicas foram sendo aprimoradas cada vez mais, proporcionando mais rapidez nos processos de impressão e melhorando a qualidade visual.

Evolução do uso dos carimbos

Como dito, o carimbo era usado em documentos religiosos, em cartas, na confecção de cartas de baralhos, entre outras situações. Hoje, mesmo com toda a tecnologia existente, os carimbos ainda são muito úteis em diversas atividades e podemos afirmar tranquilamente que os carimbos resistiram ao tempo e a modernidade.

Hoje os carimbos são usados nas mais variadas atividades administrativas de escritórios, indústrias, escolas, hospitais, por profissionais autônomos, entre outros ramos. Além disso, são usados como instrumento pedagógico para crianças, já que possuem versatilidade e podem ser aplicados de diversas formas, atingindo a necessidade da criança.

MODELOS DE CARIMBOS

Eles estão presentes em diversos serviços e produtos

Existe uma enorme variedade de modelos de carimbos que podem ser usados com diversas finalidades. Hoje você já encontra carimbos específicos para aplicação em madeiras, sabonetes, alimentos, pão, couro, etc, o que garantem carimbadas precisas e de alta qualidade. Confira a seguir alguns dos tipos de carimbos mais procurados:
  1. Carimbos automáticos: A tinta deste carimbo fica acoplada no interior, garantindo praticidade no seu uso. Neste caso, não terá risco de vazamento da tinta, sujando ou borrando o documento.
  2. Carimbos elétricos: O carimbo elétrico é de fácil aplicação em diversas superfícies que precisam de marcações permanentes. São indicados para aplicações em madeiras, couro, plástico ou alimentos, em gravações de logotipos, nomes, dados cadastrais, identificações, etc.
  3. Carimbos datadores: Utilizados pelas áreas administrativas de diversas empresas, os carimbos datadores possuem um sistema giratório que permite a alteração diária da data, facilitando a identificação dos documentos.
  4. Carimbos numeradores: Tipo de carimbo onde é possível, através de tipos móveis, efetuar a numeração sequencial, onde após cada marcação os tipos são automaticamente modificados para o número seguinte, permitindo-se, assim, a continuidade do trabalho até seu final.
  5. Carimbos de madeira: Estes carimbos são os mais tradicionais e indicados para os profissionais que não abrem mão de uma aplicação de carimbo fácil e rápida. O uso mais comum é na validação de assinaturas e identificação de CNPJ.

Uso profissional dos carimbos

Os diversos tipos de carimbos podem ser usados por profissionais de muitas áreas
  • Profissionais liberais: médicos, advogados, dentistas, arquitetos, jornalistas, entre outros.
  • Profissionais autônomos: artesãos, professor particular, fotógrafos, técnicos, etc.
  • Empresas: atividades administrativas de conferência e validação.

CARIMBOS PARA EMPRESAS

Como escolher um carimbo para sua empresa?
Quais carimbos uma empresa deve ter?
Imagem: reprodução/internet
Você está iniciando sua carreira como empreendedor e tem dúvidas sobre quais carimbos uma empresa deve ter? Essa é uma dúvida muito comum e nós podemos ajudar não só você, mas também outros empresários que já estão atuando há mais tempo no mercado, mas que também tem dúvidas sobre esse assunto. Os carimbos, sem dúvidas, são peças indispensáveis nas rotinas de trabalho de empresas dos mais variados segmentos e são usados em tarefas diversas.

Assim, não há certo ou errado, nem mesmo uma regra a ser seguida sobre os carimbos que uma empresa deva ter, já que cada empresa tem características e necessidades diferentes. O segredo está em estudar as rotinas de sua empresa e identificar tarefas que possam ser efetuadas com mais rapidez graças ao carimbo. O feedback dos funcionários também é extremamente importante, afinal nada melhor do que o feeling de quem desenvolve o trabalho diariamente para melhorar os processos atuais.

Carimbos indicados por departamento

Listamos a seguir, alguns departamentos mais comuns dentro de uma empresa e as tarefas em que é aplicado o uso do carimbo. Vamos lá!

  1. Departamento Pessoal: Esse departamento cuida da folha de pagamento, contratações, demissões, férias, ponto, entre outras tarefas. Por terem um dia a dia corrido, os carimbos são muito bem-vindos para carimbar a carteira de trabalho de novos funcionários, carimbar guias de pedido de agendamento de exames admissionais, etc.
  2. Controle de estoque: Responsáveis pelo recebimento e saída de materiais, a rotina desse departamento também é bem agitada. Assim, carimbos com os dizeres recebido, conferido, não aceitamos trocas, entre outros, são ótimas alternativas para facilitar o andamento das tarefas.
  3. Departamento de Vendas: Esses profissionais são os responsáveis pela realização de vendas, sendo assim, carimbos pessoais com a identificação do cargo são excelentes para otimizar o preenchimento de ordens de vendas, preenchimento de fichas cadastrais, entre outras situações.
  4. Departamento Financeiro: Nesse departamento todo cuidado é pouco, já que os documentos utilizados nessa área são extremamente importantes e não podem conter rasuras. Os carimbos garantem a legibilidade e autenticidade de documentos como notas fiscais, licitações, contas a pagar e receber, entre outros documento

Vantagens em usar carimbos nas empresas

Ter carimbos, além de ter suas vantagens, é essencial para qualquer empresa!

  • Facilitam as rotinas de trabalho, automatizando processos manuais demorados.
  • São práticos e fáceis de usar.
  • Podem ser armazenados facilmente e transportados para qualquer lugar.
  • Exclui possibilidade de erros, o que é normal acontecer em processos manuais.
  • Possuem ótima qualidade de impressão, facilitando a leitura da informação carimbada no documento.
  • Podem ser personalizados com o logo, formato e cores de acordo com as necessidades da empresa.

Por que usar um Carimbo CNPJ para sua empresa?

O CNPJ, Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, é uma identificação importante das empresas e é muito comum a solicitação desse dado para conferir e validar documentos emitidos em nome da empresa. Por ser um processo rotineiro, torna-se muito vantajoso usar um carimbo CNPJ.

O uso carimbo agiliza os controles burocráticos, onde se perde muito tempo informando manualmente o CNPJ em diversas situações na rotina de uma empresa. Esse tipo de carimbo pode ser solicitado por empresas de qualquer porte ou segmento de atuação. O desenvolvimento das peças é sempre feito sob encomenda, seguindo as necessidades e preferência dos clientes.

Utilizando um carimbo, os processos são padronizados, concluídos com mais rapidez, além de excluir qualquer possibilidade de erro ao informar manualmente algum número incorreto no momento do preenchimento da numeração do CNPJ.

Diferença dos carimbos CNPJ para os normais

A diferença dos carimbos CNPJ para os demais carimbos é que eles são confeccionado incluindo a numeração do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica da instituição que irá utilizar, ou seja, é um carimbo totalmente personalizado e para uso particular da empresa.

Um carimbo normal com informação de “conferido”, por exemplo, pode ser usado por qualquer instituição, pois são dados que se aplicam à diversas situações, independente da empresa. Já  o carimbo CNPJ não tem essa possibilidade, já que traz uma informação exclusiva e específica de cada empresa, indispensável nas documentações emitidas ou assinadas.

Os carimbos podem ser confeccionados em diversos tamanhos e formatos, incluindo as informações que o cliente solicitar. Pode ser um carimbo simples com apenas a numeração do CNPJ ou um carimbo com a informação completa que inclui além da numeração, o nome da empresa e endereço inteiro. Além disso, o carimbo pode ser de madeira que necessita da almofada entintada para seu funcionamento ou automático, que ao contrário do carimbo de madeira, dispensa o uso da almofada entintada, pois traz acoplado internamente a tinta.

COMO CONSERVAR OS CARIMBOS

Cuidados básicos para carimbos automáticos

Os carimbos automáticos, também conhecido como autoentintados, são práticos e fáceis de utilizar nas organizações ou em atividades externas por profissionais de diversas áreas de atuação. Para garantir maior durabilidade, alguns cuidados devem ser tomados para conservar os carimbos automáticos.

Diferente dos carimbos tradicionais que necessitam de uma almofada a parte com tinta para seu uso, os carimbos automáticos que também são conhecidos como autoentintados, já possuem a tinta em um compartimento em seu interior, automatizando com muita eficiência a identificação de seus documentos.

Por serem objetos de uso repetitivo, é preciso cuidados em seu uso para que assim sejam conservados por mais tempo. Além disso, é imprescindível que a confecção dos carimbos autoentintados envolva materiais de qualidade para assegurar sua resistência e tempo de uso.

Para que seu carimbo automático dure mais tempo é preciso tomar alguns cuidados básicos. Confira a lista de cuidados básicos que você deve ter com seu carimbo automático:

  • Utilização: Não coloque força ao carimbar, carimbe sutilmente, pois o carimbo já foi desenvolvido para assegurar a qualidade da impressão, sem ser necessário usar força física.
  • Armazenamento: Escolha um local seco e arejado para guardar seus carimbos.
  • Tinta: Para reposição da tinta, escolha locais especializados que ofereçam o serviço para garantir a qualidade de impressões realizadas posteriores à troca.
  • Limpeza: Dificilmente o carimbo ficará sujo de tinta, mas caso ocorra, realize a limpeza com panos levemente molhados ou lenço umedecido de forma delicada.
  • Líquidos: Evite que o carimbo tenha contato direto com qualquer produto de limpeza ou água, pois pode prejudicar sua impressão.
Desde o seu surgimento até os dias atuais, podemos notar que este instrumento sofreu muitas mudanças com o avanço das tecnologias. Porém, continua sendo e sempre será algo presente nos trâmites burocráticos.

REFERÊNCIAS:

Ir para cima
↑ - simplifiq.2cmultimidia.com │ ↑ - wikipedia.org

Salvar como: PDF | Link curto:

Por favor leia antes de comentar:

1. Escreva apenas o que for referente ao tema;
2. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
3. Para entrar em contato acesse formulário de contato.
EmoticonEmoticon