03 setembro 2016

Diferença entre carros autônomos e carros com piloto automático

O conceito por trás dos carros autônomos é muito recente em nossa história. Tornou­se realidade por meio do investimento da marca Tesla e por iniciativa de diversas outras montadoras concorrentes. Não apenas as grandes marcas automotivas têm interesse nesse tipo de projeto, empresas como Google e Apple já estão engajadas em lançar seus modelos de carros autônomos.
Carros autônomos e carros com piloto automático
Carros autônomos e automáticos
Este texto é um guest post enviado por Érico Rocha, analista de SEO da agência de performance Lead Force.
Há questões de ética e filosofia que dificultam o processo: O que deve fazer um motorista se o carro está se dirigindo em direção aos pedestres e a única opção de desvio é dirigir de um penhasco? Quem é responsável em caso de atropelamento? O carro em si, o proprietário, quem fabricou o veículo ou projetou o sistema?

Atualmente, podemos observar casos polêmicos envolvendo a própria Tesla, onde já ocorreu mais de um acidente, envolvendo o modo de controle autônomo do carro, ou como alguns erroneamente falam: o piloto automático​. Você sabia que na realidade, o modalidade de piloto automático já existe no ramo automotivo a mais ou menos 50 anos?

Foi em 1944 que Ralph Teeter, um inventor cego, concebeu o primeiro protótipo de controlador de velocidade, em sua própria casa em Hagerstown, Indiana (Estados Unidos). A Perfect Circle Corporation (atual Dana Corporation) conduziu o projeto durante três décadas desenvolvendo, testando e abrindo o mercado para controladores de velocidade, a verdadeira e correta denominação para o tão famoso piloto automático!

Em 1958, a Chrysler Corporation torna­se cliente e incorpora o piloto automático em seus veículos, seguida pela Cadillac no ano seguinte, assim como a Chevrolet, que em 1960 entra para a lista de clientes. Seus revendedores instalam o cruise control como opcional.

Com o passar dos anos, a patente teve várias atualizações, principalmente durante os anos 70. Após isso foram sendo incorporados novos clientes como o Alfa Romeo (1989) e muitos outros, como por exemplo: Honda​, Ford ​e Volkswagen​. Na década de 90 houveram grandes atualizações na tecnologia que tornaram possível a fabricação do Ultra Cruise I e II.

Atualmente cerca de 90% dos usuários confirmaram satisfação no uso do piloto automático (cruise control), destacando sua importância nas viagens, como um sistema que proporciona muito mais conforto e tranqüilidade devido a redução do desgaste da viagem, poupando o usuário de movimentos contínuos que provocam esforços musculares e dores lombares. O descanso proporcionado por não ter necessidade de manter uma das pernas esticada com o pé no acelerador.

Isso sem deixar de citar o fato de que com o piloto automático (cruise control) é possível se livrar de multas, já que pode ser programado para a velocidade desejada, obedecendo aos limites do radar. Quando o carro atinge velocidade não permitida pelo radar de forma ágil, este acessório se torna muito importante para o bolso. Isso sem falar na redução no consumo de combustível. Este fato ocorre porque o veículo mantém uma velocidade constante que pode proporcionar uma economia no consumo de 20 a 30%, dependendo do veiculo.

Basicamente a principal diferença entre carros autônomos e carros com piloto automático é que basicamente o primeiro é controlado inteiramento por uma inteligência artificial. e o piloto automático é um sistema de controle de velocidade. Nesse momento, precisamos lembrar de que o carro do futuro será na realidade mais semelhante a um robô, e ele teria que estar condicionado às leis da robótica de Isaac Asimov, mas como inserir isso no contexto urbano do trânsito? No caso do piloto automático (cruise control), ela é uma tecnologia que levou 30 anos para amadurecer, será que os carros autônomos do futuro conseguirão ter esse timing?

REFERÊNCIAS:

Ir para cima
↑ - 2cmultimidia.com │ ↑ - 2cmultimidia.com

Salvar como: PDF | Link curto:

Por favor leia antes de comentar:

1. Escreva apenas o que for referente ao tema;
2. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
3. Para entrar em contato acesse formulário de contato.
EmoticonEmoticon