09 dezembro 2014

Novo modelo de placas apartir de 2016

Todos os veículos novos brasileiros adotarão padrão Mercosul de emplacamento a partir de 2016.

Novo modelo de placas de veículos a partir de 2016
Placas terão números e letras alterados
O padrão será obrigatório em todos os veículos zero-quilômetro, incluindo automóveis, motocicletas, caminhões e ônibus. O novo modelo de emplacamento tem como objetivo unificar o padrão dos países do Mercosul, formando assim uma integração entre o banco de dados dos veículos de Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

Modelo terá quatro letras e três algarismos, diferente das placas brasileiras atuais, que possuem três letras e quatro números. Dentre outros itens, estas serão diferenciadas pela cor das letras e números. No caso dos carros de coleção, eles serão prateados.


Outra diferença é que as letras e números serão distribuídos de forma aleatória o que permite, de acordo com o Denatran, 450 milhões de combinações diferentes. O modelo brasileiro atual, com letras e algarismos distribuídos de maneira fixa, pode alcançar um pouco mais de 175 milhões de combinações diferentes.

Tal tradição chegará ao fim dando espaço para as novas com o fundo branco e letra cinza. No caso dos carros de coleção, essas placas terão números e letras alterados. No Brasil será obrigatório todos os carros que serão emplacados em 2016 adquirir o novo modelo.

Placa preta secundária

Será criada uma placa preta que não será oficial, mas irá marcar os veículos históricos.  Ela vai ser como um certificado, sendo preta e menor que as comuns e provavelmente quadrada.

Substituição das placas

Os veículos que serão emplacados em 2016 irão ter o modelo novo com o fundo branco e letra cinza, e o que já estão emplacados será opcional, porém, a federação acredita que essa mudança atingirá todos os veículos.

Novo Modelo padrão Mercosul

No Brasil, a placa terá uma tira holográfica - uma maneira de evitar falsificação da placa - do lado esquerdo e um código bidimensional que conterá a identificação do fabricante, a data de fabricação e o número serial da placa.

Nos dias de hoje, placas de identificação veicular são produzidas sem qualquer controle na sua forma semiacabada. Depois, são vendidas para pequenas e médias empresas credenciadas pelos Detrans, que estampam e pintam a numeração alfanumérica. Com as novas regras, as placas semiacabadas do Mercosul serão fabricadas por empresas credenciadas pelo Denatran.

Um webmaster amante das tecnologias, criador de conteúdo para a web e idealizador do Informe Tecnológico 2cmultimidia.com (site voltado às tendências de tecnologias), onde compartilha experiências com seus web leitores.

Por favor leia antes de comentar:

1. Escreva apenas o que for referente ao tema;
2. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
3. Para entrar em contato acesse formulário de contato.
EmoticonEmoticon