02 julho 2013

Raspberry Pi: como funciona o micro-computador portátil de US$ 25

Talvez você já conheça o Raspberry Pi, ou não. Bem, vamos apresentá-lo: Ele foi criado para ajudar tanto na educação como nos bolsos, por um desenvolvedor do Reino Unido com o preço de 25 dólares, quase que 10% do valor de um Desktop básico. Tudo bem, ele não possui leitor de DVD/CD, HD, Placa de Vídeo ou slots para elas, mas seus recursos de hardware são suficientes para as funções básicas e com o preço de um brinquedo seu uso não será doméstico, portanto isso explica a 'falta' de tais componentes
O computador de baixo custo criado para fins educacionais também pode ser utilizado em projetos comerciais. Embora possua dimensões reduzidas, equivalentes ao tamanho de um cartão de crédito, o Raspberry Pi é capaz de processar jogos educativos, navegar na internet, editar documentos, executar músicas e exibir vídeos em alta definição.

A ideia surgiu a partir da iniciativa de pesquisadores liderados por Eben Upton, que resolveram criar um computador que possibilitasse maior interação de crianças e adolescentes com o hardware básico, e para oferecer o acesso ao aprendizado à linguagem de programação de computadores.

Devido ao seu baixo custo, o aprendizado não é prejudicado por conta de precauções para preservar o equipamento, o que poderia ser um impedimento caso fosse adotado um PC convencional. Um outro aspecto que contribui para a redução do custo é que todos os componentes estão acoplados na placa-mãe e a responsável pelo seu desenvolvimento é a Raspberry Pi Foundation, uma organização sem fins lucrativos.
As dimensões do computador são quase as mesmas de um cartão de crédito.
O kit vem apenas com a placa-mãe totalmente funcional, mas é preciso adquirir, separadamente, o cartão de memória e a fonte de alimentação. (Foto/Reprodução)
Após montado num gabinete de acrílico o Raspberry Pi fica com uma proteção adicional e com um excelente visual.

Mesmo assim, o equipamento tem um um preço muito convidativo, principalmente para quem quer se aprofundar em computação. Um outro emprego dentro do segmento educacional é utilizar o mini PC em projetos de robótica. Além de versátil, excelentes projetos podem surgir a partir desse hardware.

Entenda sua configuração

O hardware do Raspberry Pi modelo B é semelhante ao encontrado num smartphone. Veja abaixo as suas configurações:

Processador ARM de 700 MHz;
512 MB de memória RAM;
Duas saídas USB 2.0;
Uma saída de vídeo HDMI;
Uma saída de vídeo RCA composta (PAL & NTSC);
Armazenamento em cartão de memória SD;
Rede Ethernet (RJ14);
Fonte de energia de 5V através de MicroSD;
Uma saída de som;

Não é possível instalar o sistema operacional Windows nele. Até o momento estão disponíveis       para instalação quatro distribuições Linux otimizadas. O download pode ser feito nesta página.

Seguindo o modelo de comunidade ligada ao software livre, o Raspberry Pi também conta com um mercado de acessórios e aplicativos. Inclusive com uma loja virtual, em que o leitor poderá baixar e comprar programas. Também existe uma revista, em inglês, distribuída gratuitamente pelo site (acesse aqui) ou na própria loja de apps.

Um webmaster amante das tecnologias, criador de conteúdo para a web e idealizador do Informe Tecnológico 2cmultimidia.com (site voltado às tendências de tecnologias), onde compartilha experiências com seus web leitores.

Por favor leia antes de comentar:

1. Escreva apenas o que for referente ao tema;
2. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
3. Para entrar em contato acesse formulário de contato.
EmoticonEmoticon