26 fevereiro 2013

Saiba o que é e para que serve um Conversor Digital

Conversor digital se trata basicamente de um aparelho acoplado ou não em uma TV com a finalidade de converter o sinal analógico para um sinal digital. Em outras palavras, na Eletrônica Digital, conversores são circuitos que transformam grandezas analógicas em digitais ou vice-versa. Isto é uma necessidade imposta pela prática. Em muitos casos, há grandezas analógicas que precisam ser convertidas em digitais, como, por exemplo, a saída de tensão de um sensor de temperatura de um termômetro digital.

Sinais gerados por circuitos analógicos são muitas vezes processados por circuitos digitais, por exemplo, por um microcontrolador ou por um microcomputador.
Para processar sinais analógicos usando circuitos digitais, deve-se efetuar uma conversão para essa última forma, a digital. Tal conversão é efetuada por um Conversor Analógico-Digital ("A/D converter" ou ADC).
O sinal recebido, depois de digitalizado, é processado e, na maioria das vezes, será utilizado para atuar sobre o circuito analógico que gerou o sinal original ou até mesmo sobre outro circuito.
Por isso, um sinal na forma digital, para ser processado por um bloco funcional analógico, deve ser previamente convertido (ou reconvertido) para a forma analógica equivalente.
Um sistema que aceita uma palavra digital como entrada e traduz ou converte o valor recebido para uma voltagem ou corrente analógicas proporcionais à entrada é chamado de Conversor digital-analógico ("D/A converter" ou DAC).
Quadro comparativo
BitsLimite de coresFrequênciaExemplos de aparelhos
1054 MHz
1254 MHzSony NS-575p
124,096 cores108 MHz
12150 MHzNeoDigits Helios X5000
12216 MHzPhilips BDP9000 (Blu-ray)
12297 MHzToshiba HD-XE1
12216 MHzSamsung BD-P1200 (Blu-ray)
1416,384 cores108 MHzPioneer Elite, Black Finish, DV79AVI
14216 MHzMarantz DV9600, Sony DVPNS9100ES
16149 MHzNeuNeo HVD108

conversor analógico-digital (frequentemente abreviado por conversor A/D ou ADC) é um dispositivo eletrônico capaz de gerar uma representação digital a partir de uma grandeza analógica, normalmente um sinal representado por um nível de tensão ou intensidade de corrente elétrica.
Os ADCs são muito úteis na interface entre dispositivos digitais (microprocessadores, microcontroladores, DSPs, etc) e dispositivos analógicos e são utilizados em aplicações como leitura de sensores, digitalização de áudio e vídeo.
Por exemplo, um conversor A/D de 10 bits, preparado para um sinal de entrada analógica de tensão variável de 0V a 5V pode assumir os valores binários de 0 (0000000000) a 1023 (1111111111), ou seja, é capaz de capturar 1024 níveis discretos de um determinado sinal. Se o sinal de entrada do suposto conversor A/D estiver em 2,5V, por exemplo, o valor binário gerado será 512.
Estudo comparativo
Sinais gerados por circuitos analógicos são muitas vezes processados por circuitos digitais, por exemplo, por um microcontrolador ou por um microcomputador.
Para processar sinais analógicos usando circuitos digitais, deve-se efetuar uma conversão para essa última forma, a digital. Tal conversão é efetuada por um Conversor Analógico-Digital ("A/D converter" ou ADC).
O sinal recebido, depois de digitalizado, é processado e, na maioria das vezes, será utilizado para atuar sobre o circuito analógico que gerou o sinal original ou até mesmo sobre outro circuito.
Por isso, um sinal na forma digital, para ser processado por um bloco funcional analógico, deve ser previamente convertido (ou reconvertido) para a forma analógica equivalente.
Um sistema que aceita uma palavra digital como entrada e traduz ou converte o valor recebido para uma voltagem ou corrente analógicas proporcionais à entrada é chamado de Conversor digital-analógico ("D/A converter" ou DAC). Neste caso, quanto mais bits conter o sinal de entrada(digital), melhor será o sinal convertido(analógico) pois haverá maior precisão.
Imagem: HowStuffWorks
No Brasil, o sinal analógico deverá ser extinto totalmente até junho de 2016, segundo determinação do governo federal. Segundo o próprio governo, é tempo suficiente para tofos comprarem uma TV com conversor embutido. Será mesmo?!

Enquanto o prazo final para o sinal analógico se aproxima, o governo e a própria mídia estão tentando aumentar a conscientização sobre a mudança. Todos querem ter a certeza de que poucas pessoas ficarão para trás. Mas esses esforços causaram alguma confusão. Para receber os sinais da televisão digital, as pessoas precisarão de um conversor digital, seja ele externo ou embutido.


Um webmaster amante das tecnologias, criador de conteúdo para a web e idealizador do Informe Tecnológico 2cmultimidia.com (site voltado às tendências de tecnologias), onde compartilha experiências com seus web leitores.

1 comentários so far

Por favor leia antes de comentar:

1. Escreva apenas o que for referente ao tema;
2. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
3. Para entrar em contato acesse formulário de contato.
EmoticonEmoticon