19 agosto 2012

Tablets com nova versão do Windows devem custar no mínimo US$ 300

Estratégia não coloca os tablets com Windows RT no patamar de concorrência do Nexus e do Kindle Fire, que custam US$ 199, mas deve deixar os aparelho mais baratos do que o iPad

Dispositivos tablet equipados com o Windows RT devem custar menos do que se esperava quando o sistema operacional foi anunciado, em junho. Enquanto o mercado esperava aparelhos entre US$ 600 e US$ 700, os fabricantes devem lançar modelos com preços entre US$ 300 e US$ 500.

A informação foi confirmada por um dos executivos da Lenovo, David Schmoock, fabricante parceira da Microsoft. Os tablets com a versão Windows 8, no entanto, devem ficar na faixa de preço mais alta. "O RT vai atuar com consumidores e varejo em níveis de preço bastante agressivos", disse, em entrevista à Bloomberg.

A principal diferença entre as versões é que o RT não roda aplicativos desenvolvidos para desktops, exceto o Office e outros de fábrica.

A estratégia não coloca os tablets com Windows RT no patamar de concorrência do Nexus e do Kindle Fire, que custam US$ 199, mas deve deixar os aparelho mais baratos do que o iPad.
Os prováveis fabricantes de tablets com os sistemas operacionais da Microsoft são a Asus, Dell, Lenovo e Samsung.

Um webmaster amante das tecnologias, criador de conteúdo para a web e idealizador do Informe Tecnológico 2cmultimidia.com (site voltado às tendências de tecnologias), onde compartilha experiências com seus web leitores.

Por favor leia antes de comentar:

1. Escreva apenas o que for referente ao tema;
2. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
3. Para entrar em contato acesse formulário de contato.
EmoticonEmoticon